Conselho Técnico e Científico

O Museu do Açúcar e Doce contempla diferentes conhecimentos para sua abordagem ampla.
Nosso Conselho Técnico e Científico será agregado de novos participantes sempre que houver necessidade e oportunidade.

 

Hoje ele é formado pelas seguintes pessoas:

Museu do Açúcar com Raul LodyRAUL LODY

Raul Lody é antropólogo, museólogo e professor brasileiro, responsável por vários estudos na área das religiões afro-brasileiras. Atualmente é um dos maiores especialista em gastronomia, arquitetura, estética, ecologia e religiosidade no Nordeste brasileiro, especialmente em Pernambuco, usando a experiência de Gilberto Freyre, ponto de partida para suas pesquisas e escritos.

Formou-se em Etnografia e Etnologia pelo Instituto de Antropologia da Universidade de Coimbra, Portugal, com especialização no Laboratório Etnográfico desta Universidade e ainda no Instituto Fundamental da África Negra, em Dakar. É Doutor em Etnologia pela Universidade de Paris. Raul também é membro da Academia Brasileira de História, da Academia Brasileira de Belas Artes, do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, entre outras atividades.

Suas principais pesquisas antropológicas e etnológicas resultaram na publicação de inúmeros livros e artigos, como o Dicionário de Arte Sacra e Técnicas Afro-Brasileiras, com 1.416 verbetes.

 

 

CHEF LUCIA SOARES

Lucia Soares é doutora em História da Ciência (2016), mestre em Comunicação Contemporânea (2011) e graduada em Pedagogia (1979). É professora de Confeitaria dos cursos na área de gastronomia da Universidade Anhembi Morumbi desde 2004. Atuou no mercado como Chef de Confeitaria no Hotel Praia do Forte Ecoresort (Ba), no Resort Nannai (Pe), e como Chef proprietária da confeitaria Sweet Farm (RN). Atua como consultora em estabelecimentos do setor alimentício, e no setor de eventos sociais e corporativos elaborando cardápios e projetos, bem como no desenvolvimento de produtos.

 

 

EDGARD S. JUNIOR

Arquiteto de formação com MBA pelo IBMEC e certificação em Direção Estratégica de Marketing pela Fundação Getúlio Vargas. Trazendo as dinâmicas e metodologias do mundo corporativo, onde foi Diretor de Marketing, atua desde 2004 na produção e comunicação de eventos culturais, alavancando seus potenciais criativos e econômicos como nos carnavais de Olinda/PE (2004-2010), São Paulo/SP (2009-2010), Juazeiro/BA (2009-2014) e Guarujá/SP (2012); em eventos nacionais como as TEIAS de cultura e cidadania (2006, 2009, 2010 e 2014); Ciclo de Debates do Programa Cultura e Pensamento Petrobrás-MinC; Ciclo de Debates Raiz da Questão; entre outros.

Edgard também é Publisher da Plataforma Editorial RAIZ, sobre a cultura popular do Brasil com publicações impressas, presença em ambientes Internet e Aplicativos Android e IOS.

 

 

Apoio à curadoria

Museu do Açúcar com Jorge SabinoJORGE SABINO

Jorge Sabino, pernambucano, graduado em Artes Gráficas, com especialização em fotografia.
Atua desde 2006 em pesquisas de campo no Brasil com o tema “doçaria tradicional”, também desenvolve pesquisas visuais sobre “as rotas do Açúcar no Mediterrâneo,” tendo registrado em muitas viagens as regiões do Algarve, Ilha da Madeira, Ilha Terceira, Açores, grande Lisboa, em Portugal; regiões da Catalunha e de León e Castilla, na Espanha; regiões do Lacio, Torino, Toscana, Campanha, Sicília, na Itália; Marrocos, Argélia, Tunísia, quando na África; realizou apoio à pesquisa para os livros: Brasil bom de boca; A Virtude da Gula, Águas de Comer, todos de Raul Lody, edição Senac São Paulo.

Assina com exclusividade as fotografias do Dicionário do Artesanato Popular Brasileiro, Ibep.

 

 

MARIA LUCIA MONTES (in memoriam)

Graduada em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1964), mestre em Sociologia pela University of Essex (1973) e doutora em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (1983). Lecionou na FFLCH da USP nos Departamentos de Filosofia, Ciência Política e Antropologia e suas principais áreas de pesquisa incluem antropologia urbana, culturas tradicionais e populares, antropologia da religião, religiões no Brasil, cultura afro-brasileira, arte e patrimônio, patrimônio imaterial, memória e identidade, arte e história. Realizou trabalhos de consultoria em projetos de criação de museus e exposições de arte, junto ao MinC, Secretaria de Estado e Municipal de Cultura de São Paulo, Pinacoteca do Estado, Museu Afro Brasil, Paço do Frevo (Recife), Espaço Santander Cultural (Recife e Porto Alegre), além de trabalhos de curadoria independente de exposições no Museu Costa Pinto, Museu da Casa Brasileira, Memorial da América Latina, entre outros.

 

 

*